Jean-Louis David: o pai do dégradé

O famoso cabeleireiro morreu ontem, aos 85 anos, na Suíça. Deixa um dos maiores negócios de sempre, com mais de 1.000 salões espalhados pelo mundo, e um legado inestimável para quem neles trabalha: Jean-Louis David era um criador vanguardista e um visionário.

Nascido em 1934, na cidade de Grasse, no seio de uma família de cabeleireiros, Jean-Louis David decidiu seguir a mesma profissão. Foi trabalhar para o salão Gabriel Garland, onde teve contacto com várias estrelas de cinema, incluindo Kim Novak, a protagonista do filme Vertigo, de Alfred Hitchcock.

Nos anos 1960 abriu o seu primeiro salão, na luxuosa Avenida Wagram, em Paris. Anos mais tarde, viria a transformá-lo no maior negócio de franchising de cabeleireiros da Europa que foi, entretanto, comprado pelo grupo Provalliance, do também famoso cabeleireiro Franck Provost.

Um homem com visão

Jean-Louis David rapidamente se destacou e conquistou um lugar cimeiro entre os melhores cabeleireiros da época. O sucesso deve-se, principalmente, às suas técnicas inovadoras e arrojadas e à paixão que tinha pela beleza das mulheres. É a ele que devemos a invenção do dégradé, o famoso corte escadeado, que criou nos anos 70 para acabar com os cortes rígidos impostos às mulheres.

Mas mais que um artista, o cabeleireiro via-se como um artesão. Criou penteados estruturados e naturais, leves, mas elegantes, que podiam ser facilmente despenteados e arranjados novamente. Foi precursor na sua área e reinventou a forma de tratar os cabelos.

Descrevendo-se como “um homem com jeito para os negócios”, Jean-Louis David construiu um verdadeiro império e, desde logo, apostou na formação daqueles que trabalhavam com ele a partir do video-training. O objetivo era que os seus cabeleireiros estivessem sempre a par das novas tendências e dar-lhes um know-how único e exclusivo.

O sentido de inovação de Jean-Louis David continua patente nos seus salões. A equipa artística segue a tradição do cabeleireiro de reinventar a beleza do cabelo, criando cortes modernos, fáceis de manter e personalizáveis.

Jean-Louis David deixa um legado de técnicas e penteados inovadores, que estão mais atuais do que nunca e fazem parte das tendências para 2019: cabelos curtos e penteados leves e soltos, sem linhas rígidas.

 

Categorias
Beleza
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço